O que é FISPQ/FDS e qual sua importância: saiba porque ela é obrigatória

O que é FISPQ/FDS e qual sua importância: saiba porque ela é obrigatória

Você já se perguntou o que é FISPQ/FDS e qual sua importância? Então, saiba que se trata da Ficha de Dados de Segurança e que nada mais é do que um documento de suma importância formalizado na ABNT que é a nossa Associação Brasileira de Normas Técnicas. 

E para explicar melhor a sua importância e porque essa ficha é obrigatória, a Intertox separou um conteúdo completo e especial para você que lida com produtos químicos (substâncias e misturas)!

O que é FISPQ/FDS e qual o seu objetivo de uso?

Trata-se de uma ficha técnica desenvolvida pela (ABNT). Essa ficha contém as informações sobre os produtos químicos, suas propriedades, perigos associados, proteção e a segurança à saúde de quem estará exposto e cuidados em relação aos seus danos ao meio ambiente.  

Nessa ficha, os profissionais encontram informações valiosas sobre os perigos que o produto é classificado de acordo com o GHS, composição química, medidas de primeiros socorros, manuseio, armazenamento ideal, proteção individual e muito mais.

Também sendo de suma importância para garantir a segurança do operador que está usando o produto químico, assim como evitar possíveis acidentes ambientais, garantindo a segurança química.

É um documento padrão e a legislação brasileira (NR-26) determina como obrigatório, sendo preciso ser fornecido pelo importador, fabricante ou o distribuidor visando o controle do produto químico.

Conheça as seções da FISPQ/FDS

A FISPQ/FDS é um documento multidisciplinar dividido em 16 seções. Através das seções, é possível entender o que é FISPQ/FDS e qual a sua importância.

Uma FDS/FISPQ deve fornecer as informações sobre a substância ou mistura nestas 16 seções, cujos títulos-padrão, numeração e sequência não podem ser alteradas conforme descrito a seguir:

  • Identificação;
  • Identificação de perigos;
  • Composição e informações sobre os ingredientes;
  • Medidas de primeiros-socorros;
  • Medidas de combate a incêndio;
  • Medidas de controle para derramamento ou vazamento;
  • Manuseio e armazenamento;
  • Controle de exposição e proteção individual;
  • Propriedades físicas e químicas;
  • Estabilidade e reatividade;
  • Informações toxicológicas;
  • Informações ecológicas;
  • Considerações sobre destinação final;
  • Informações sobre transporte;
  • Informações sobre regulamentações;
  • Outras informações.

Critérios que determinam quando uma FDS/FISPQ deve ser elaborada

De acordo com a ABNT NBR 14725:2023, a FDS deve ser elaborada para todas as substâncias e misturas que satisfaçam os critérios de classificação harmonizados dispostos na normativa, relativos a qualquer classe de perigo físico, à saúde humana ou ao meio ambiente.

A FDS também deve ser elaborada para substâncias e misturas que não satisfaçam os critérios de classificação harmonizados, ou seja, produtos não classificados como perigosos, mas cujos usos previstos ou recomendados dão origem a riscos à segurança e saúde dos trabalhadores.

Por que a FISPQ é obrigatória?

A FISPQ/FDS é um documento obrigatório, pois o item 26.4.3.1  da NR-26 determina que o fabricante ou, no caso de importação, o fornecedor no mercado nacional, deve elaborar e tornar disponível ficha com dados de segurança do produto químico para todo produto químico classificado como perigoso.

As infrações aos preceitos legais e/ou regulamentadores sobre segurança e saúde do trabalhador terão as penalidades aplicadas conforme o disposto no quadro de gradação de multas no Anexo II da NR-28 (a tabela referente à NR-26 está na página 70 do pdf).

Entenda a alteração da nomenclatura de FISPQ para FDS

No dia 03 de julho de 2023, foi oficialmente publicada a atualização da norma ABNT NBR 14725, estabelecendo novas diretrizes para classificação de perigo, rotulagem e a nova Fichas com Dados de Segurança (FDS) de modo a incorporar no Brasil a 7ª edição revisada do Purple Book da ONU.

Uma das alterações previstas na atualização da Norma foi a substituição do nome do documento de Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos (FISPQ) para Ficha de Dados de Segurança (FDS).

Esta mudança visa obter harmonização com a nomenclatura preconizada pelo GHS e mundialmente utilizada.

Como funciona o curso de FISPQ? 

O curso de FDS  é voltado para todos aqueles profissionais que trabalham com produtos químicos e desejam obter conhecimentos para compreensão e elaboração da FDS. A fim de garantir a sua segurança e do meio ambiente. 

Por isso, se você busca um curso de FDS que seja referência no mercado de segurança química, não perca tempo e entre em contato agora com a Intertox e garanta a sua vaga no curso com os melhores profissionais, preço e qualidade.

intertox

intertox