Especialistas do INT/MCTI fazem palestra sobre Bioeconomia na Intertox

Bioeconomia

Paulo Chacon e Diego Siqueira, especialistas do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), um órgão do Ministério da Ciência,Tecnologia e Inovação (MCTI) realizaram nessa manhã de sexta-feira, dia 21/08, uma palestra de título "A tênue materialização da bioeconomia na inventividade brasileira: uma revelação das oportunidades estratégicas à inovação tecnológica" que abordou a importância da bioeconomia na atual economia mundial e seu pequeno aproveitamento nacional.

As alternativas à promoção do desenvolvimento sustentável se mantém obrigatórias. Assim, um campo de estudo bastante prometedor é a bioeconomia. Manobrando hoje com aportes que facilmente impactam a 20% do PIB mundial, tendo em vista a sua inserção no agronegócio e indústrias bio-derivadas, a bioeconomia já se coloca, em alguns países, como oficina do presente, que pode gerar trabalho, renda e prestígio. O objetivo da palestra foi demonstrar de que forma esta nova área se materializa no Brasil e, eventualmente revelar as oportunidades estratégicas alinhadas à sua efetiva exploração empreendedora. No decorrer da palestra foram apresentadas bases de dados públicas e privadas, nacionais e internacionais (comércio exterior e propriedade industrial), seguida de análises críticas e comparativas desses registros, alinhadas com segmentos da bioeconomia escolhidos como objeto de comparação.
Os resultados parecem indicar que o Brasil apresenta uma tênue materialização do tema, que é hoje para algumas nações, um fértil campo econômico.