Capacitando sua Equipe para Conformidade com a NR-26 e a Atualização da Norma ABNT NBR 14725: Classificação GHS, Rotulagem e FDS

Capacitando sua Equipe para Conformidade com a NR-26 e a Atualização da Norma ABNT NBR 14725: Classificação GHS, Rotulagem e FDS
8 meses atrás

Preparando seus Colaboradores para Lidar com Produtos Químicos de Maneira Segura e Conforme as Normas.

Introdução

A segurança e o bem-estar dos colaboradores são prioridades indiscutíveis no ambiente de trabalho. Nesse contexto, o cumprimento da NR-26 que traz a obrigatoriedade da classificação de produtos químicos conforme o GHS e a utilização da FDS e rotulagem para transmissão das informações de perigo, nos remete à norma ABNT NBR 14725 com todos os critérios para classificação e detalhes para elaboração destes documentos de segurança.

Essas informações são essenciais para criar locais de trabalho seguros e saudáveis, especialmente quando se lida com produtos químicos. Neste artigo, vamos explorar minuciosamente a estratégia para treinar sua equipe, preparando-a para atender às demandas da NR-26 e às atualizações da norma ABNT NBR 14725, com foco na Classificação GHS, Rotulagem e Ficha com Dados de Segurança (FDS).

Entendendo a NR-26 e a Norma ABNT NBR 14725

A Norma Regulamentadora 26 (NR-26) do Ministério do Trabalho estabelece diretrizes para sinalização e identificação de segurança a serem adotadas nos locais de trabalho, fazendo uso não apenas da Sinalização por cor, mas também, da Classificação de perigo à saúde humana dos trabalhadores conforme o GHS, rotulagem preventiva de produto químico classificado como perigoso, assim como do produto químico não classificado como perigoso e da Ficha com Dados de Segurança, ambos também conforme o GHS (Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos).

Em paralelo, a norma ABNT NBR 14725, ligada a NR 26 ao ser citada como norma técnica oficial, aborda detalhadamente a classificação de perigo à saúde humana e ao meio ambiente, incluindo os perigos físicos, sobre a rotulagem e sobre a elaboração da Ficha com Dados de Segurança (FDS) de produtos químicos classificado como perigo e não classificado como perigoso mas que seu uso possa gerar riscos.

A Importância do Treinamento

O treinamento eficaz da equipe é a base para garantir a conformidade com essas normas e promover um ambiente de trabalho seguro. A capacitação constante dos colaboradores quanto às mudanças normativas é um passo crucial para prevenir acidentes, mitigar exposições prejudiciais e reduzir riscos. A própria NR 26 traz no item 26.5 que:

26.5.2 Os trabalhadores devem receber treinamento:

a) para compreender a rotulagem preventiva e a ficha com dados de segurança do produto químico; e

b) sobre os perigos, os riscos, as medidas preventivas para o uso seguro e os procedimentos para atuação em situações de emergência com o produto químico.

Percebemos com isso, que a capacitação é obrigatória, mas que não há restrições quanto a carga horária, currículo do ministrante e escopo técnico definido, sendo primordial que todos os colaboradores compreendam o que são estes documentos de segurança (FDS e rotulagem do produto químico), quais informações são encontradas e como utilizá-las no dia a dia e em situações de emergências.

Com a recente publicação da norma ABNT NBR 14725 atualizada (de 2023), é importante realizar uma reciclagem com todos os colaboradores para compreenderem as alterações sofridas e o que poderá ser impactado no dia a dia de trabalho.

Passos para Implementar o Treinamento

Deixamos a seguir uma sugestão que poderá ser utilizada nesta etapa tão importante que é a capacitação da equipe:

  1. Conscientização sobre as Normas: Inicie explicando a importância da NR-26 e da ABNT NBR 14725:2023. Descreva como essas diretrizes contribuem para a proteção de todos os envolvidos.
  2. Compreensão da Classificação GHS: Introduza os conceitos centrais do Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos (GHS). Explique como a classificação de produtos químicos perigos é padronizada internacionalmente e foi adotada no Brasil como sistema oficial, com ênfase nas classes de perigos existentes e simbologias utilizadas na comunicação.
  3. Interpretação dos Rótulos: Detalhe os elementos presentes nos rótulos de produtos químicos, incluindo pictogramas, frases de perigo e precaução. Demonstre como essas informações auxiliam os colaboradores a identificarem riscos presentes no dia a dia de trabalho.
  4. Elaboração da FDS/FISPQ: Inicie com a alteração do nome do documento de FISPQ para FDS. Guie a equipe através do processo de criação da Ficha com Dados de Segurança, caso seja uma equipe técnica que atua com a elaboração do documento, ou aborde de forma interpretativa, discorrendo sobre as informações presentes e como pode auxiliar os operadores e qualquer trabalhador que entre em contato com produtos químicos.
  5. Procedimentos de Emergência: Treine os colaboradores para responder adequadamente a situações de emergência envolvendo produtos químicos. Aborde procedimentos a serem seguidos em casos de vazamentos, exposições ou incêndios.
  6. Exemplos Práticos e Estudos de Caso: Ilustre os conceitos com exemplos do dia a dia da empresa. Apresente cenários reais para melhorar a compreensão e aplicação das normas.

Avaliação Contínua e Atualização

Realize avaliações regulares para avaliar a eficácia do treinamento. Mantenha-se informado sobre possíveis mudanças nas normas como a recente atualização em 03 de julho de 2023 e atualize a equipe conforme necessário. A segurança no ambiente de trabalho é um compromisso constante.

Capacitação Intertox

Treinar sua equipe para cumprir a NR-26 e se adaptar à atualização da norma ABNT NBR 14725:2023 é um investimento vital para garantir a segurança e saúde dos colaboradores, além de cumprir os requisitos legais. Ao compreenderem a Classificação GHS, a Rotulagem e a elaboração da FDS, seus colaboradores estarão capacitados a lidar com produtos químicos de maneira segura e informada, minimizando riscos e prevenindo acidentes.

A Intertox oferece treinamentos personalizados que poderá auxiliá-lo neste processo.

Curso In Company – Capacitação Personalizada em Produtos Químicos: Classificação GHS, Rotulagem e FDS (MTE-NR 26; ABNT-NBR14725:2023)

Objetivo

O Curso In Company foi desenvolvido para aprofundar o conhecimento de profissionais que lidam com a gestão segura de produtos químicos, com o intuito de aprimorar a aplicação prática das normas MTE-NR 26 e ABNT-NBR 14725:2023.

Essas diretrizes estabelecem o GHS como o sistema para classificação de produtos químicos como perigos e definem diretrizes para a criação da Ficha de Dados de Segurança (FDS), bem como a inclusão de informações de segurança nos rótulos de produtos químicos perigosos.

O enfoque do curso pode ser adaptado às necessidades da sua equipe, permitindo maior aprofundamento para equipes encarregadas da classificação e elaboração dos documentos de segurança, ou interpretação para equipes que manuseiam produtos químicos e necessitam compreender os documentos de segurança de forma prática.

Metodologia

O Curso In Company é totalmente customizável de acordo com as demandas específicas da sua empresa. Desde a carga horária até o escopo técnico, adaptamos o curso para atender às necessidades únicas do seu negócio. Cada turma pode ter até 30 participantes sem acréscimo no valor, garantindo a eficácia e a personalização do treinamento.

Monte sua Proposta Personalizada:

Nossa prioridade é oferecer uma solução de treinamento que atenda às necessidades exclusivas da sua empresa. Para solicitar um orçamento personalizado, clique no link abaixo e preencha o formulário:

Solicite um Orçamento Personalizado

Kérolyn Silvério
Líder de Treinamentos e Eventos

intertox

intertox