BfR publica resultado de pesquisa envolvendo aditivos alimentares

BfR publica resultado de pesquisa envolvendo aditivos alimentares

Aditivo Alimentar é qualquer ingrediente adicionado intencionalmente aos alimentos, sem propósito de nutrir, com o objetivo de modificar as características físicas, químicas, biológicas ou sensoriais, durante a fabricação, processamento, preparação, tratamento, embalagem, acondicionamento, armazenagem, transporte ou manipulação de um alimento.

Portanto, os aditivos alimentares são substâncias que normalmente não são usadas como ingredientes característicos de alimentos, mas são adicionadas a estes para fins tecnológicos durante a produção. Os propósitos tecnológicos incluem, por exemplo, a aparência, sabor, textura ou prazo de validade dos alimentos.

O Instituto Federal Alemão de Avaliação de Risco (BfR) é uma instituição cientificamente independente dentro da carteira do Ministério Federal de Alimentação e Agricultura na Alemanha.

O BfR assessora o Governo Federal e os Estados em questões de segurança alimentar, química e de produtos. O BfR realiza sua própria pesquisa sobre tópicos que estão intimamente ligados às suas tarefas de avaliação.

Desta forma, o Instituto BfR encomendou uma pesquisa para descobrir o quão familiarizada a população alemã está com o tema dos aditivos alimentares, a importância de suas funções na escolha dos alimentos e como eles avaliam os benefícios e riscos potenciais para a saúde.

Os resultados da pesquisa mostraram que 55% da população alemã evita aditivos ao comprar alimentos. Em contrapartida, a maioria dos entrevistados considera as propriedades/funções dos aditivos importantes ou muito importantes, como: emulsificantes (textura), adoçantes (sabor) e corantes (aparência).

Os resultados mostram ainda que a população avalia o seu conhecimento sobre aditivos alimentares como baixo. Além disso, as pessoas não se sentem bem informadas, por exemplo, no que diz respeito às funções ou possíveis riscos para a saúde dos aditivos alimentares.

A pesquisa mostrou ainda que aditivos alimentares comumente usados ​​são desconhecidos para muitos: mais de 40% dos entrevistados afirmam desconhecer o intensificador de sabor glutamato monossódico e o adoçante aspartame, por exemplo.

E, nem todos estão cientes do grupo funcional primário de aditivos alimentares individuais: embora a maioria saiba que o caroteno é usado como corante, apenas cerca de um quarto dos entrevistados sabe que o ácido láctico é usado, principalmente, como conservante.

Cabe destacar que, após análise dos resultados, o Presidente do BfR, Professor Dr. Andreas Hensel, afirmou que “Muitas pessoas se preocupam com possíveis efeitos à saúde, ao mesmo tempo, eles não se sentem bem informados sobre aditivos alimentares”. No entanto, “os aditivos alimentares passam por avaliações rigorosas na Europa. Eles só podem ser usados ​​se o uso pretendido não estiver vinculado a qualquer problema de saúde.”

A consulta ocorreu entre os dias 19 a 24 de maio de 2021, com 1.015 (mil e quinze) alemães de 16 anos ou mais, por meio de um painel de acesso online.

Os resultados da pesquisa do BfR Consumer Monitor são listados abaixo:

  • O que você acha: quais são as funções dos aditivos alimentares? (Você pode citar até três funções).

* Exibido: funções que foram mencionadas espontaneamente por pelo menos 5 por cento dos entrevistados.

  • Qual a importância de cada um dos seguintes aspectos para você ao comprar alimentos?

*Escala de resposta de 1 “nada importante” a 5 “muito importante”.

  • Os aditivos afetam suas decisões ao comprar alimentos?

* Múltipla escolha.

  • Qual dos seguintes aditivos alimentares você tenta evitar?

* Múltipla escolha. Baseado nos 555 entrevistados que evitam certos aditivos.

  • Quais aditivos alimentares você tenta consumir?

* Menções sem opções de resposta predefinidas. Baseado nos 42 entrevistados que consomem certos aditivos.

  • O que você acha: Qual propriedade dos alimentos é afetada principalmente por cada um dos seguintes aditivos? (Se você não tiver certeza, indique o que você acha).

* Opções de resposta: “aparência”, “prazo de validade”, “textura”, “sabor”, “não conheço este aditivo” (função atribuída corretamente entre parênteses).

  • Como você avalia os benefícios dos seguintes aditivos alimentares?

* Escala de resposta de 1 “muito baixo” a 5 “muito alto”.

  • Como você avalia os riscos à saúde dos seguintes aditivos alimentares?

* Escala de resposta de 1 “muito baixo” a 5 “muito alto”.

  • Como você avalia os benefícios / riscos à saúde dos seguintes aditivos alimentares?

* Escala de resposta de 1 “muito baixo” a 5 “muito alto”.

  • Quais riscos para a saúde você acha que os aditivos alimentares representam? (Você pode citar até três riscos).

* Menções sem opções de resposta predefinidas. Mostrado: riscos espontaneamente mencionados por, pelo menos, 5% dos entrevistados. Baseado nos 939 entrevistados que declararam risco médio a muito alto para pelo menos um aditivo.

  • Quão bem informado você se sente sobre os seguintes aspectos dos aditivos alimentares?

* Escala de resposta de 1 “nada bem informado” a 5 “muito bem informado”.

  • Você já ouviu falar dos seguintes aditivos alimentares antes?

* Opções de resposta: “Sim, já ouvi falar”, “Não, nunca ouvi falar”.

  • O que você acha: a qual grupo os seguintes aditivos pertencem principalmente? (Se você não tiver certeza, indique o que você acha).

* Opções de resposta: “corantes”, “conservantes”, “emulsificantes”, “adoçantes”, “intensificadores de sabor” (grupo de aditivos alimentares corretamente atribuído entre parênteses).

  • Qual é o seu grau de preocupação pessoal com os seguintes aditivos alimentares?

* Escala de resposta de 1 “nada preocupado” a 5 “muito preocupado”.

REFERÊNCIAS

https://www.bfr.bund.de/cm/364/bfr-consumer-monitor-2021-special-additives-in-food.pdf

https://www.bfr.bund.de/en/press_information/2021/38/colourful__extended_shelf_life__and_flavourful___what_does_the_population_think_about_food_additives_-282507.html

https://www.gov.br/anvisa/pt-br/setorregulado/regularizacao/alimentos/aditivos-alimentares

Giulia Forni de Almeida

Assuntos Regulatórios

0 Comentários

Seu comentário: