Vazamento de amônia em indústria de Barretos, SP

Uma pessoa morreu e outras oito ficaram feridas na manhã da última quarta-feira (31/08) após um vazamento de amônia no frigorífico Minerva Foods, em Barretos, interior de São Paulo. Segundo a equipe do Corpo de Bombeiros, o local foi evacuado e isolado após o acidente.

O vazamento do produto químico foi informado pela Minerva Foods, porém o motivo do acidente ainda não foi confirmado, sendo a causa mais provável uma explosão em uma das câmeras frigoríficas. Os feridos foram encaminhados para a Santa Casa e a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da cidade. O estado de saúde das vítimas, porém, não é conhecido.

amônia é um gás incolor de odor forte e característico, sendo transportada como um gás liquefeito sob pressão. O gás possui o perigo de inflamabilidade somente sob certas condições, como por exemplo dentro de certos limites de concentração de vapor e com forte ignição. A chama se extingue sem mais adição de calor. O perigo de incêndio pode aumentar na presença de óleos ou outros materiais combustíveis. Embora o gás seja mais leve que o ar, os vapores provenientes de um vazamento permanecem inicialmente próximos ao chão. A exposição prolongada de recipientes ao fogo ou calor pode causar uma ruptura violenta dos cilindros e a sua projeção.

A principal via de exposição da substância é por inalação, sendo tóxica se inalada, podendo ser fatal dependendo da concentração a qual o indivíduo for submetido. É ainda um gás corrosivo para a pele, olhos e mucosas, podendo provocar sérias queimaduras se em contato com a pele, além de lesões graves em contato com os olhos. A exposição em um curto espaço de tempo pode causar asfixia devido a inchaço na garganta. A inalação ao gás pode ainda causar edemas pulmonares, mas somente depois que os efeitos corrosivos iniciais nos olhos e nas vias respiratórias se manifestarem.

Em caso de intoxicação pela amônia, o organismo tentará de todas as formas eliminar este excesso, para que seu funcionamento retorne às suas funções fisiológicas normais. Sendo assim, dois órgãos têm um papel importante nesta etapa: o fígado e os rins, responsáveis pela depuração da amônia, sendo que o último consegue eliminá-la do corpo através da urina. Com o decorrer do tempo, o acúmulo de amônia no organismo sobrecarrega o fígado e os rins, comprometendo a eliminação da molécula e gerando intoxicação que pode levar o indivíduo a óbito.

A Minerva Foods informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o vazamento da amônia já foi contido e que está fornecendo todo o apoio necessário aos seus colaboradores.

Para maiores informações sobre os riscos que o gás amônia pode produzir é possível consultar o Siretox, uma base da dados desenvolvida com a participação do corpo técnico de especialistas da Intertox e intenso investimento em Tecnologia da Informação. O sistema compreende hoje cerca de 400 substâncias, dentre o universos das principais utilizadas no parque industrial brasileiro.

Referências
http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2016/08/vazamento-de-amonia-mata-1-e-fere-8-no-minerva-foods-em-barretos-sp.html

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/08/1808875-vazamento-de-amonia-em-industria-deixa-1-morto-e-30-feridos-em-barretos.shtml

https://cameochemicals.noaa.gov/chemical/4860

{loadmodule mod_convertforms,Convert Forms}