Toxicologia de Alimentos: intoxicação de crianças por leite contaminado em Santa Catarina

No dia 23 de setembro, 18 crianças, em sua maioria menores de dois anos de idade, começaram a dar entrada em hospitais de Santa Catarina com sintomas de arroxeamento da região em volta dos lábios, mãos, pés, e com falta de ar. O diagnóstico de metemoglobinemia mostrou que esses sintomas foram consequência de intoxicação por algum produto metemoglobinizante. Todas as crianças haviam consumido em comum, conforme divulgado pela imprensa, uma mesma marca de leite. Laudos preliminares realizados pela Universidade Federal de Santa Catarina em amostras do leite pasteurizado e consumido mostraram concentração de nitrito até dez vezes maior do que o máximo permitido. A literatura especializada registra ocorrências de tal tipo, ou equivalentes (como, por exemplo, o constatado em estudo envolvendo crianças que bebiam água de poço¹).

O nitrito (NO2-) atua agudamente sobre a hemoglobina oxidando o átomo de ferro do grupo heme (Fe2+), deixando-o na forma de (Fe 3+), diminuindo, assim, a eficiência no transporte de oxigênio para os tecidos, o que causa hipóxia. Por outro lado, exposições repetidas e descontroladas a esse agente pode ser fator causal do surgimento de câncer. Seu maior uso na área alimentícia é em produtos cárneos, com finalidade de conservação; contudo, não deveria estar presente em leite, exceto em quantidades bem reduzidas, em decorrência de ser ingerido pelos animais através de pastos adubados com fertilizantes que contenham o ânion. Diante desse quadro grave de intoxicação as secretarias de Saúde e de Agricultura do estado de Santa Catarina lacraram a sede da empresa.

Nesse contexto social em que, como escreveu Fausto Azevedo “A toxicologia é uma Ciência pouco conhecida, muito falada e nada entendida e aplicada”, a Intertox vem ganhando destaque como empresa responsável por oferecer serviços na área de segurança química e toxicologia, avaliação de riscos físicos, biológicos, ambientais e treinamentos a outras empresas, que responsáveis socialmente se munem de conhecimentos e ferramentas a fim de prevê e evitar possível revés que possam sofrer.