SIPROQUIM 2: Polícia Federal anuncia mudança na forma de acesso

9 meses atrás

A Polícia Federal, por meio do Departamento de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), informou que o acesso ao SIPROQUIM 2 passará a ser realizado através da Rede Gov.br a partir de 11 de outubro de 2021.

De acordo com o Decreto n° 10.332, de 28 de abril de 2020, que institui a Estratégia de Governo Digital para o período de 2020 a 2022, no âmbito dos órgãos e das entidades de administração pública federal direta, autarquia e fundacional e dá outras providências, a Rede Nacional de Governo Digital (Rede Gov.br) é uma plataforma de natureza colaborativa e adesão voluntária, no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, com a finalidade de promover o intercâmbio de informações e a articulação de medidas conjuntas relacionadas à expansão da Estratégia de Governo Digital.

O objetivo 4 da mudança no acesso SIPROQUIM 2

O objetivo desta ação é o acesso digital único aos serviços públicos, que tem como foco para 2022 integrar todos os Estados à Rede Gov.br e ampliar a utilização do login único de acesso Gov.br para mil serviços públicos digitais.

Diante deste cenário e da integração já realizada ou em andamento de diversos portais e sistemas governamentais ao Gov.br, a Polícia Federal determinou que o acesso ao SIPROQUIM 2 passar a ser vinculado ao Gov.br a partir do dia 11 de outubro de 2021.

Até o momento, o acesso ao sistema ocorre através de e-mail e senha cadastros. Quando da data de mudança de acesso, todo usuário que for operacionalizar o SIPROQUIM 2 deverá, obrigatoriamente, realizar o seu cadastro no Gov.br.

Com o objetivo de auxiliar e orientar os usuários do sistema, a DFPC disponibilizou um roteiro de cadastro na plataforma.

Como criar sua conta no GOV.BR

  • Acesse o canal: https://www.gov.br/governodigital/pt-br/conta-gov-br/conta-gov-br/
  • Na janela que abrir, clique no botão “criar conta gov.br
  • Nesta nova janela, você deve informar seu CPF para cadastro. Após informar, clique em
    “Continuar”.
  • Na próxima janela, clique em continuar
  • Nesta nova janela, o sistema deseja que você instale o aplicativo “GOV.BR” em seu celular
    para realizar seu reconhecimento facial
  • Na janela seguinte temos a tentativa do sistema de autenticar sua conta GOV.BR através de
    seu banco
  • Ao ignoramos a tentativa de autenticação anterior, o sistema irá partir para a parte de
    cadastro do usuário utilizando seus dados pessoais
  • Após a validação dos dados o sistema pede a confirmação de seu CPF e nome. Estando tudo
    certo, clique em “Continuar”.
  • Nesta nova janela o sistema solicita uma forma para ativar sua conta. Para isso, é solicitado
    um email ou celular para realizar a operação.
  • Irá surgir uma mensagem informando que o meio selecionado será utilizado para transações
    no sistema.
  • Nesta janela você deve informar o código recebido para validação de sua conta.
  • Após a validação será solicitado que você informe uma senha.

Sobre os custos

É importante ressaltar que o cadastro no Gov.br é isento de custos e que o vínculo entre o operador e a empresa continuará sendo realizado através da aba “Habilitar/Desabilitar Operador” no SIPROQUIM 2.

Conforme informado pela Polícia Federal, serão emitidas novas orientações em 11 de outubro de 2021, após a mudança oficial do acesso, a fim de demonstrar o acesso ao SIPROQUIM 2 por meio do Gov.br.

Mariana Scarfoni Peixoto
Líder de Assuntos Regulatórios

intertox

intertox

0 Comentários

Seu comentário: