IMA trabalha para remoção de óleo diesel derramado após acidente

O Instituto do Meio Ambiente (IMA) foi acionado e atuou na remoção de aproximadamente 30 mil litros de óleo diesel derramado em acidente numa área de vazante do Rio Santo Antônio, Alagoas.

A empresa que fazia o transporte do combustível providenciou uma equipe de técnicos para fazer a remoção do óleo. Foram tomadas diversas medidas emergenciais para diminuir o impacto ao meio ambiente e retirados 150 mil litros de óleo diesel misturado com barro da várzea, água e resíduos. De acordo com o IMA, o risco de o combustível chegar ao rio está sob controle, somente em caso de chuvas, pode ocorrer risco de contaminação da água. Com cacimbas e poços na região, há o risco de contaminação do lençol freático.

A empresa responsável pelo transporte está coordenando a limpeza, realizada por caminhões, máquinas de sucção e funcionários que fazem o trabalho manual. Após esta fase, o instituto deverá calcular o valor da multa, com base nos riscos ambientais para a região.

O óleo diesel é um produto derivado de petróleo, inflamável, volátil e com odor forte e característico. Pode apresentar perigo se inalado, irritar a pele e vias respiratórias e se aspirado pode provocar pneumonite química. Também são considerados efeitos da exposição ao diesel, danos ao fígado e medula óssea, além de efeitos narcóticos. Na água, o diesel se espalha quase que imediatamente podendo causar a diminuição da disponibilidade de oxigênio devido à formação de camada oleosa na superfície e consequente sufocamento de animais. Os componentes polares e de baixo peso molecular podem ainda se dissolver, sendo facilmente lixiviados, e adsorvidos às partículas do sedimento de fundo. Além disto, pode transmitir qualidades conferir aspectos indesejáveis à água, afetando o seu uso para consumo.

A presença de diesel no ambiente nem sempre leva à exposição e, sendo assim, não apresentará risco à saúde em condições normais de armazenamento, manuseio ou uso como combustível. Porém, sinais de intoxicação podem ser observados pela sensação de ardência, queimação nos olhos e na pele, por náusea, vômito e diarréia no caso de ingestão e tontura e dor de cabeça no caso de inalação dos vapores volatilizados.

REFERÊNCIAS, NOTAS OU LINKS

http://aquiacontece.com.br/noticia/2014/02/03/ima-trabalha-para-remocao-de-oleo-diesel-derramado-apos-acidente

http://www.cetesb.sp.gov.br/userfiles/file/laboratorios/fit/diesel.pdf

http://echa.europa.eu/web/guest/information-on-chemicals/registered-substances

http://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/2014/02/ima-pode-interditar-pocos-e-cacimbas-perto-do-rio-santo-antonio-em-al.htmlhttp://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/2014/02/ima-pode-interditar-pocos-e-cacimbas-perto-do-rio-santo-antonio-em-al.html

{loadmodule mod_convertforms,Convert Forms}