Capital Intelectual: Dra Maria Thereza Antunes profere palestra na Intertox

capital intelectual

Na tarde do dia 11/08, a Intertox promoveu uma palestra para seus líderes, que versou sobre o tema “Capital Intelectual” e foi ministrada pela Profª Dra. Maria Thereza Pompa Antunes, da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), onde atua nos cursos de graduação em economia e em administração desde 2004 e no MBA de Gestão do Luxo desde 2006. Professora e pesquisadora da Universidade Presbiteriana Mackenzie desde 1997,  coordenadora do Curso de Graduação em Ciências Contábeis de 2001 a 2008 e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
 
O Capital Intelectual é um conjunto de benefícios intangíveis. Segundo o artigo da professora, justifica-se a importância do conhecimento para a sociedade atual citando Drucker: “Na nova economia o conhecimento não é apenas um recurso, ao lado dos tradicionais fatores de produção - trabalho, capital e terra - mas sim o único recurso significativo atualmente. [...] o fato de o conhecimento ter-se tornado o recurso, muito mais do que apenas um recurso, é o que torna singular a nova sociedade”. De acordo com a profª “o conhecimento é o substituto definitivo de outros recursos”

 
A palestra abordou a diferença entre Conhecimento Explícito e Conhecimento Tácito. O primeiro consiste no conhecimento adquirido formalmente nas academias, nos livros, periódicos etc. e é empregado como sinônimo de informação; já o segundo consiste no processo em que o indivíduo, por meio dos conhecimentos adquiridos formalmente, mais a visão que possui do mundo e que é impactada por seu sistema de crenças e valores e experiências adquiridas, e trabalha e utiliza a informação criando valor, ou seja, transformando seu conhecimento explícito em tecnologia, novos produtos e serviços, sobressaindo- se de alguma forma.
 
No meio empresarial, o conhecimento explícito passa a ser utilizado como base para o desenvolvimento de novas habilidades, pois, sem estas, torna-se improdutivo.
Entre as principais conseqüências do recurso do Conhecimento para a sociedade no geral, destacam-se as seguintes:
 
visto a valorização do ser humano detentor do conhecimento;
 
visto a localização dos recursos de produção não mais como fator determinante para a localização da produção, pois a tecnologia e os transportes disponíveis resolvem essa questão;
visto a materialização do conhecimento em tecnologias substituindo em parte, ou totalmente, a mão-de obra no processo produtivo;
visto a tendência acentuada para o crescimento do setor de serviços, mais especificamente de entretenimento, softwares, serviços eletrônicos e, também, em pesquisas nas áreas de biotecnologia, cibernética etc.
visto os produtos consumindo menos recursos materiais e mais recursos intelectuais.

 

Referências
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772002000200003